terça-feira, 9 de julho de 2019

ESSA LUZ TÃO BRILHANTE - ESTELLE LAURE


Olá Pocktes!!!

Como estão? Final do primeiro semestre chegando, e  algumas ansiedades batendo? Vamos com calma, que tudo vai dar certo no seu tempo.

Hoje apresento para vocês um livro que comprei pela capa confesso, mas que ganhou meu coração pela temática que aborda, porque é uma realidade que muitas vezes acontecem com algumas pessoas que nem sabemos, e por isso é complicado julgar o outro sem saber o que ela está fazendo para manter a pessoa que ama próximo.

Título: Essa luz tão brilhante
Autora: Estelle Laure
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Nº Páginas: 208
Classificação: 4

Sinopse:  O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido. Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado. (skoob)

RESENHA:

O livro conta a história de Lucille, uma jovem de 17 anos que está passando por um momento bem complicado na vida, pois está sozinha para cuidar da sua irmã Wren de 9 anos e não pode contar para ninguém, pois pode perder a guarda e se separar da irmã. 
O pai foi internando por ter tido um surto psicológico, e não quiz mais nem ver a esposa e as filhas. A mãe com tempo e a falta do pai, entra de férias e acaba não voltando, deixando Luci responsável por sustentar e cuidar de Wren.
Luci está no último ano do ensino médio, e tem que conciliar a escola, cuidar de Wren e além disso, tem que arranjar um emprego, pois a grana está acabando e a casa está se deteriorando. 
Luci consegui um emprego de garçonete, mas precisa de sua amiga Eden para tomar de conta de Wren enquanto ela trabalha, e para completar a situação Luci se apaixona por Digby o irmão gêmeo de sua amiga, porém Digby já tem namorada e uma vida pré definida. 
“- Acho que todos nós temos que agradecer pelas pequenas coisas. – Parece a coisa certa a se dizer.”

“Quero minha espada e meu escudo, e quero salvar Eden porque ela é o amor para mim agora, mas não tenho essas coisas, e como iriam me ajudar a lutar contra a água?”
Lucille está uma turbulência de emoções, ao mesmo tempo que está lidando com a situação do coração apaixonado por Digby, vive num impasse, pois não sabe se o que Digby está deixando a mostra é realmente algo real. E Eden e Digby são as duas pessoas que sabem da situação critica que está sua vida.
Quando Eden sua amiga não pode focar com Wren, quem fica é Digby. Que está sempre presente, se preocupa e acha que pode resolver o problema de Luci, Digby é uma cara fofo, que não dar para não se apaixonar, mas que acaba deixando um pouco a deseja devido sua indecisão sobre Luci.
E além disso, Lucille tem que se preocupa com as mudanças que ocorrem em sua casa quando ela não está, pois alguma alma caridosa encheu sua despesa de comida, em outro dia aparou a grama e deixou um jardim florido e depois sua casa foi toda arrumada, será que ela está em perigo? quem será, já que os amigos afirmam não ser eles os responsáveis.
"A música carrega o peso de ser humano, leva essa carga embora para que você não precise pensar em nada, só tenha que escutar. A música conta todas as histórias que existem."
“Explique qual é o objetivo de viver se você não estiver disposta a lutar pelas verdades do seu coração, a correr o risco de se machucar.
Você precisa ter fúria.”
Ainda tem a Wren, que sente falta da mãe, acha que tem que guardar segredo e acaba se afastando dos amigos com medo que eles descubram, ela tem um amor enorme por uma apresentadora de culinária, e é apaixonada por fazer as receitas, além de ter uma visão tão madura pela idade. 
Mas percebemos que ela guarda as emoções com medo de prejudicar Luci, e não falar do que sente é uma forma de guardar o segredo das duas. Wren e Luci são duas pessoas que estão passando por um momento de adaptações, onde uma tem que cuidar da outra, e o que é bonito de ver é o amor entre elas, mesmo com uma diferença de idade. 
É perceber que Wren mesmo com pouca idade, percebe o esforço que Luci está fazendo para manter-las juntas e que tenta contribui não dando trabalho, mesmo assim acaba se insolando, porque não pode falar sobre o que está sentido, a falta dos pais. 
Luci é chamada na escola de Wren, e ela conversa com sua antiga professora, que diz que sabe pelo que elas estão passando devido a situação do pai delas, mas que Wren está de insolando e precisa conversar com alguém sobre o assunto.
Negação é para os fracassados. Encare suas merdas e siga em frente. Se não, você vai ficar velha e deprimida, além de se transformar em uma pessoa assustadora com dilemas inúteis.
“Quando você está em seu lado mais fraco, quando tudo é uma confusão, a limpeza precisa começar da raiz”
A história vai se desenrolando contando a trajetória de amadurecimento de Luci, sua relação com sua melhor amiga Eden, e suas novas companheiras de trabalho. Sua relação com Wren, e a aproximação das duas para enfrentar uma situação difícil tão jovens. Além disso, o pai delas dá sinal de vida, mas não é recebido como espera por Luci, após ela perceber que ele está mais preocupado consigo mesmo, e a mãe que não dá nenhum sinal, nem uma ligação no aniversário de Wren.
E como desenrola a relação de Luci e Digby, mesmo que seja algo que acabe chateado um pouco devido a indecisão de Digby, é bonito de ver, pois não é algo que os dois fazem de propósito, e que mostra um lado interessante de como um jovem pode agir, de maneira integra. 

Essa é uma história de amadurecimento, amizade, amor, relação familiar e mais importante de crescimento, onde percebemos que a vida nos impõe algumas situações complicadas, mas que depende de nós, como será solucionado o problema.
E como a história tem um final que parece precisar de conclusão, saibam que tem uma continuação, mais contando a história de Eden...

                                                   Sonhos em Flor

Beijos até a próxima..







Nenhum comentário:

Postar um comentário