sábado, 30 de dezembro de 2017

RESENHA - GEEKERELA DA ASHLEY POSTON

Olá galera, tudo bem?

Hoje apresento para vocês uma leitura incrível, fofa e divertida. Eu descobri esse livro pelo instagram e entrou para minha lista infinita de leitura. rsrs
E como tenho amigos literários maravilhosos, acabei ganhando ele da minha gêmea literária Jussara, que entende meus gostos e dividi comigo algumas leituras em comum, além dos grupos de leitura. rsrs



Tútulo: Geekerela
Autora: Ashley Poston
Editora: Intrínseca
Ano:2017
Nº Páginas: 384
Classificação: 5

Sinopse: Um divertido romance que traz a clássica história de Cinderela para os dias de hoje. Quando Elle Wittimer, nerd de carteirinha, descobre que sua série favorita vai ganhar uma refilmagem hollywoodiana, ela fica dividida. Antes de seu pai morrer, ele transmitiu à filha sua paixão pelo clássico de ficção científica, e agora ela não quer que suas lembranças sejam arruinadas por astros pop e fãs que nunca tinham ouvido falar da série. Mas a produção do filme anunciou um concurso de cosplay numa famosa convenção valendo um convite para um baile com o ator principal, e Elle não consegue resistir. Na Abóbora Mágica, o food truck vegano onde trabalha, ela encontra a ajuda de uma amiga cheia de talentos para moda que vai criar o traje perfeito para a ocasião. Afinal, o concurso é a chance de Elle se livrar das tarefas domésticas impostas pela terrível madrasta e das irmãs postiças malvadas. Já Darien Freeman, o astro adolescente escalado para ser o protagonista do filme, não está nada ansioso para o evento, embora o papel seja seu grande sonho. Visto como só mais um rostinho bonito, o próprio Darien também está começando a achar que se tornou uma farsa. Até que, no baile, ele conhece uma menina que vai provar o contrário.Esta releitura de Cinderela transporta para o universo nerd os principais elementos do clássico conto de fadas, fazendo uma verdadeira homenagem a todos aqueles que sabem o que é ser fã e se dedicar de coração àquilo que amam.

Resenha:

O livro é uma releitura de a Cinderela, e conta a história de Danielle Wittimer ou "Elle", uma jovem de 17 anos, que é considerada esquisita, por ser fã de uma série e viver nesse mundo dos geeks, ela mora com a madrasta e suas duas filhas, Chloe e Calliope, que fazem da vida de Elle um inferno.
Elle perdeu a mãe nova, então não tem tanta lembrança dela, mas o pai era seu herói, foi ele que apresentou ela a sua grande paixão Starfielda série é um grande sucesso e como seu pai era um fã fiel, foi criador da convenção ExcelsiCon, mas agora Elle não tem com quem dividir isso, e além do mais a série acaba de ganhar um remake, com atores novos e nem tão desejados pelos fãs.

“Mas meu pai… Ele acompanhou tudo desde o começo. Era um fã original. Até criou uma convenção, a ExcelsiCon. Íamos juntos todo ano. Eu me lembro de ver os atores já velhos, de pedir para autografarem minha pistola estelar. De esconder a réplica na mochila para levar para a escola. De acordar todo dia com a música tema tocando no despertador dele".

Elle se dividi entre fazer as tarefas de casa, trabalhar meio período na Abobora Mágica, um food truck vegano com a filha de sua chefe Hera, uma jovem de cabelos verdes, piercings, lésbica e um estilo próprio, já que seu sonho é ser estilista, e que não troca muito papo com Elle. E de escrever em seu blog Artilharia Rebelde, sobre sua série favorita. 
A história começa com Elle, esperando ansiosa a saída da madrasta para ver o Bom dia, America, e ver quem será o novo ator, que irá interpretar o Capitão da Nave Prospera Carmindor, quando descobre que é Darien Freeman, um ator de uma série a qual ela não suporta. O primeiro impulso dela foi fazer uma crítica contra ele em seu blog, que acabou viralizando e ganhado vários seguidores.

“Apontar para as estrelas. Mirar. Disparar.”


Darien é um ator, que ficou famoso com o seriado estilo praiano. Que ao ser escolhido para o papel de Carmindor, fica feliz e triste ao mesmo tempo, pois é o papel dos seus sonhos, já que ele é um nerd disfarçado e que vê na série seus companheiros, já que não tinha tantos amigos, mas que vê isso sendo posto a prova de sua atuação, pelos "fãs" verdadeiros.
Darien é um jovem tímido, que tem um relacionamento difícil, com seu pai, que é seu empresário e só pensa na carreira do filho. Não tem contato com a mãe que é uma socialite, que se casou novamente, e não liga para o filho. 


Fonte: Google imagens, 2017.
Darien é um jovem que não tem amigos, o único que tinha o traiu, vendendo fotos que o levaram para mídia fazendo com que desconfie de todos. Confia apenas na sua assistente e agora em seu novo guarda costas devido o assédio das fãs loucas. Devido seu novo papel, terá que participar da  convenção ExcelsiCon, ser jurado do concurso de cosplay.
Mas a convenção não trás boas lembranças a Darien, e ele vai tentar se livrar de participar do evento, ao mandar mensagem para o número que tinha no site da convenção, acaba trocando mensagem com Elle, já que o telefone antigo de seu pai ficou com ela. 

“Você não está sozinha, ah’blena. E suas estrelas vão me guiar de volta pra casa.”

Os dois começam a trocar mensagem, e perceber que tem algumas coisas em comum, principalmente o amor por Starfield, acaba surgindo uma amizade e algo mais.
Mas será que quando Elle descobrir que seu Carmindor é na verdade Darien, a pessoa que ela não gosta por achar que irá arruinar seu seriado preferido, irá perdoa-lo? Será que Darien, vai começar a confiar outra vez?

"Quando não vencemos uma batalha, tentamos de novo com armas melhores”

Elle vai contra todas as regras da madrasta e se inscreve no concurso de cosplay na convenção, descobre as antigas fantasias de seus pais, e acaba pegando o do pai para reajustar e participar com ela. Mas como não sabe costurar, acaba encontrando em Hera, sua companheira de trabalho, uma amiga, estilista e parceira nessa jornada. 
Mas nem tudo sai como planejado, pois sua meio irmã Chloe, acaba descobrindo o vestido de sua mãe e vai usar em Cal, para participar também do evento, só que  o vestido acaba sumindo, e Elle leva  culpa, Chloe rouba o dinheiro de Elle e rasga seus ingressos do evento.
Elle se desespera, mas Hera a convence a ir do abobara mágica mesmo, e lá Elle consegue entrada vip, já que é filha do criado da convenção. Hera confessa que pegou o vestido e o ajustou pra Elle, que vai de cosplay de Princesa e mais Capitão Carmindor, usando assim a combinação de seus pais.


''Então, vou criar um novo universo, um lugar onde eu possa ser quem quiser, e não o que todo mundo pensa que sou.''

Elle e Darien se encontram no convenção e acabam tendo uma discussão, onde Darien descobre que ela é quem escreve o blog, que sempre faz post sobre sua má atuação.
Mas com isso, Darien acaba indo ser jurado do concurso, onde ver Elle e se encanta pela sua apresentação.
E agora será que os dois terão alguma chance juntos?? rsrs

"Como atores, só podemos nos colocar no lugar de outra pessoa por um tempo e dar o nosso melhor. Somos instrumentos. Lemos as anotações nas páginas e as interpretamos".

Essa história é sobre amizade, um legado passado de pai para filha, é sobre amar as coisas independente do julgamento dos outros, e acreditar que seus personagens, séries, livros, etc, não é uma perda de tempo. 
Que sempre encontrará outras pessoas que vai compartilhar esse amor com você, e isso vai criar uma amizade entre vocês, e que só quem é fã de algo sabe o significado.
Que não importa se você é menina ou menino, podem gostar das mesmas coisas e dividir isso, sem julgamento. 
Essa historia faz diversas referências da cultura pop, como Harry Potter, Star Wars, Star Trek, Doctor Who, League Of Legends e mais outras, e é uma declaração de AMOR a todos os geeks, pois podemos ser esquisitos, mas sempre encontraremos outro esquisito para dividir a paixão por aquelas coisas, que os outros julgam como inútil e infantilidade. 

Fonte: Google images, 2017.
É uma leitura rápida, divertida e com enredo interessante sobre ser um fã e geek, num mundo que cobra que você não fuja da realidade.  Ashley tem uma escrita leve, que faz com que a leitura flua de maneira rápida, que te prende e que faz uma referência fiel aos geeks de plantão, que faz um agradecimento maravilhoso.

Bom galera é isso, espero que goste e super indico, pois o livro é incrível.
Beijos e até logo!!











quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

META 2017 CONCLUÍDA - Suellen

Olá, galera!!

Como vocês estão? como foi o Natal, muita comida?. Espero que tenha sido muito abençoado e repleto de alegrias, e que tenham recebido muitos livros. rsrs
Bom, a partir de agora sou colaboradora do blog, e quero compartilhar com vocês a conclusão da minha meta de 2017.
Todo inicio de ano, coloco uma meta no Skoob, a qual tento seguir, embora troque alguns livros no decorrer do ano, na lista que monto, porque sempre tem aquele que você pula a fila né? rsrs.
Minha meta anual é de 100 livros lidos, depois de muito enrolar, achar que não daria tempo, dia 24/12 finalizei minha meta, o qual adoro seguir, pois é um meio que encontro de diminuir os livros não lidos na minha estante, que são muitos ainda. 

Fonte: Gonçalves, 2017.  Foto atualizada em 23/12/17
Como participo de alguns grupos de leitura, que fazem parte pessoas que não conheço pessoalmente, mas tenho um carinho imenso por eles, pois dividem seu amor pela leitura comigo. Além disso, realizamos Amigo Secreto no decorrer do ano e em outro grupo realizamos uma outra forma de brincadeira, onde cada um acaba ganhando muitos livros no ano. 
E nesses grupos realizamos também, desafios para cada mês, além de montar o clube do livro, para podemos debater sobre os livros escolhidos. Então, eu entro em quase todos os desafios, que possa ajudar a diminuir minha pilha de livros do ano.
E os livros que li no decorrer do ano foram:
Fonte: Skoob Suellen - Tela 1
Em relação a tela 1, Adorei quase todos os livros que li, embora Juntando os Pedaços, O garoto quase atropelado, Sorrisos Quebrados e Simplesmente o Paraíso, ganharam meu coração, de uma maneira especial.
Fonte: Skoob Suellen - Tela 2
Já na tela 2, essa é ate difícil escolher porque tem livros muito bons, mas Mil beijos de garoto, Sr. Daniel, Namorado de Aluguel, Tudo e todas as coisas, Meu conto de f#das e Minha metade silenciosa são livros com história incríveis, que te aperta o coração, mas te ensinam muito.
Fonte: Skoob Suellen - Tela 3
Ah, a tela 3, tem os fofinhos, que amei ler muito esse ano, que são Uma Canção para Jack, O Ultimo Adeus, Em algum lugar nas estrelas, O Acordo, O Diário Secreto de Lizzie Bennet e Três coisas sobre você

Essas foram minha leitura de 2017, mas como ainda não acabou estou lendo mais um, da tempo agora. 

Agora me diz, você faz meta também? ou ler aleatoriamente? Ou não para pra contar o que lê? Me conta, vai!


Quem tiver skoob, e quiser me add, meu link, é so clicar SueSouza 

Beijos, até logo!!!!

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

LIVROS MAIS VENDIDOS FICÇÃO 2017


O ano esta acabando e para fechar começão a sair a listinhas do ano. 
Como a gente não ia ficar de fora vamos fazer algumas por aqui também,e para começar que tal a lista de livros de ficção mais vendidos de 2017?


Esta lista é divulgada pelo site publishnews , e além e você encontra outras categorias como por exemplo autoajuda, Infanto-juvenil e Negócios. 

Como nossa leitura favorita e para diversão escolhi comentar sobre o top 10 da categoria FICÇÂO.
1º Lugar
Origem 
Dan Brown
Ano: 2017 
Páginas: 432
Idioma: português
Editora: Arqueiro
Este é o sétimo livro de ficção do escritor e o quinto a ter como protagonista o simbologista e iconografia religiosa Robert Langdon. A nova historia se passa nas cidades espanholas de Barcelona, Bilbao, Madri e Sevilha. Apesar de ter sido lançado em Outubro deste ano ocupa o primeiro lugar desta lista.

 2º Lugar
Tartarugas até lá em baixo 
John Green
Ano: 2017 
Páginas: 256
Idioma: português
Editora: Intrínseca
Este é o mais novo romance de amor do já consagrado autor. A historia acompanha a jornada de uma garota de 16 anos em busca de um bilionário desaparecido. Repleto de referencias da vida do autor cultura pop e TOC. Também lançado em outubro 2017, com certeza também era muito aguardado depois de um hiato de quase 6 anos sem lançamentos do autor.
  
3º Lugar
O homem mais feliz da história 
Augusto Cury
Ano: 2017 
Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Sextante
Lançado em novembro deste ano, o livro é a continuação da saga iniciada em "O homem mais inteligente da história" ( 5º lugar da lista). O romance é protagonizado pelo psiquiatra Marco Polo, um pensador ateu que estuda a mente de Jesus pelo angulo da ciência. O livro ficou por trés semanas na lista de mais vendidos da Revista Veja. Apesar de ser um homem recluso o autor lança 2 livros por ano e esta na lista dos mais lidos no pais.
  
4º Lugar
Outros jeitos de usar a boca 
Rupi Kaur
Ano: 2017 
Páginas: 208
Idioma: português
Editora: Planeta Brasil
Livro de poemas sobre a sobrevivência. Publicado inicialmente independente pela autora, que também assina as ilustrações tornou-se um fenômeno no gênero nos EUA, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos. Uma obra que fala de amor, mas dá atenção ao trauma, perda, abuso e descoberta do tipo mais importante de amor: o próprio.


5º Lugar
O homem mais inteligente da história 
Augusto Cury
Ano: 2016 
Páginas: 272
Idioma: português
Editora: Sextante
Este ficou por 57 semanas na lista dos mais vendidos na revista Veja. Conta a primeira parte da historia do psiquiatra Marco Polo,que é desafiado a estudar a inteligência do homem mais famoso da história: Jesus. E aceita o desafio. Explica bastante estar nesta lista já que a continuação foi lançada este ano.

Infelizmente apesar de ter lido bastante este ano de 2017, ainda não li nenhum dos 5 primeiros desta lista e é claro que o meu escolhido foi o primeiro lugar da lista "ORIGEM", principalmente por já ter lido outras historias deste mesmo protagonista.

A apresentação dos próximos fica por conta da Suellen.

6º Lugar
It a coisa
Stephen King
Ano: 2014 
Páginas: 1103
Idioma: português
Editora: Suma das letras
Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry.
Os livros de Stephen, são sempre um sucesso, a maioria dos seus livros já ganharam adaptações nos cinemas, que com o livro It a Coisa, não foi diferente, é um livro publicado em 1986, que fez grande sucesso e em 2017 teve sua adaptação para o cinema, com isso, o livro ficou entre os mais vendidos durantes semanas em todos os países. King tem um dom para escrita, embora ainda não tenha lido nenhum livro dele, tenho muita vontade. E minha meta de 2018 é começar com It a coisa, e depois assistir ao filme. E acredito que quem goste de terror e suspense, It a coisa é uma ótima pedida.


7º Lugar
O livro dos ressignificados 
AKAPOETA (João Doederlein)
Ano: 2017
Páginas: 2016
Idioma: português
Editora: Paralela

Antes aprisionadas na formalidade dos dicionários, palavras como girassol, Deus, sonho, tatuagem, cafuné e muitas outras são libertadas por João Doederlein que assina com o pseudônimo Akapoeta neste seu primeiro livro. Elas são repensadas a partir das experiências pessoais do autor, de vinte anos, e de sua geração, mesclando romantismo bem resolvido, paixão, isolamento e um dia a dia que respira tecnologia e cultura pop. 
O autor João Pedro ou Akapoeta, como usa seu pseudônimo, é um jovem de 21 anos, que a partir de textos nas internet, teve uma ideia interessante, de criar novos significados para algumas palavras, diferente do dicionário tradicional, como a palavra:

Determinação (s. f.) - é acordar cinco e meia da manhã, cinco vezes por semana. é fazer o que for preciso. é seguir em frente, enquanto "em frente" for a direção que você quiser seguir. é quando você levanta de uma queda. é ignorar o tempo e focar no motivo. é ensaiar sem voz. é estudar sem livro. é a irmã da persistência. as pessoas aplaudem o seu sucesso, comentam o seu fracasso, mas não fazem questão de saber da sua determinação. é ir contra o mundo inteiro, se for preciso, para realizar um sonho.

E embora não tenha lido o livro, achei uma ideia genial, pois algumas palavras, precisam de definição mais abrangente, pois assim como a palavra determinação, só sabe o verdadeiro valor dela, que luta diariamente para realizar seus objetivos.

8º Lugar
Depois de Você 
Jojo Moyes
Ano: 2016 
Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Intrínseca

Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto.


O livro depois de você da Jojo, é a continuação do livro Como eu era antes de você. E essa continuação, tem uma relação de amor e ódio por ela, pois muitos não queriam continuação, pois idealizou uma vida diferente para Lou, em relação que foi abordado no segundo, esperava-se uma Lou madura, que tivesse voltado a estudar e buscasse um emprego em moda, como era sua paixão, que tivesse aproveitado os ensinamentos de Will. E amor porque, ele trás mais sobre a família de Lou, que são diferentes,mas que mostra o amor que sentem um pelo outro, mesmo de maneira "não convencional" e além disso, o novo personagem Sam, que é um paramédico e que está diariamente lidando com situações de perdas, trás uma nova perspectiva para a história e para a vida de Lou.


9º Lugar
Notas de Liberdade
Fred Elboni
Ano: 2017 
Páginas: 232
Idioma: português
Editora: Benvirá

Mariana vive lutando pelo direito de ser ela mesma: um tanto desbocada, livre e maluquinha. Sofia está descobrindo o mundo, aprendendo a amar e, mais que tudo, aprendendo como é perder alguém que se ama. Luiza está naquela fase de olhar para trás e ver se a vida valeu a pena. O sucesso é mesmo tudo na vida? Três mulheres muito diferentes em busca da mesma coisa: seu lugar no mundo.
Frederico Elboni é um autor de 25 anos, formado em publicidade e propaganda, que adora o comportamento humano, além disso, tem outro livros escritos, tem um blog Entenda os homens e  já foi roteirista do programa Amor e Sexo.
E nesse novo livro, ele aborda algo que todos nós seres humanos, independente de ser mulher pensa, em algum momento da nossa vida, o que realmente estamos fazendo neste mundo, será que estamos fazendo o certo, será que minhas escolhas estão certas, vão valer a pena, será que vou encontrar alguém para dividir a vida, e me aceitar com meus defeitos e qualidades?

10º Lugar
Como eu era antes de você 
Jojo Moyes
Ano: 2013
Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Intrínseca


Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto.


O livro Como eu era antes de você, é um dos grandes sucessos da autora Jojo Moyes, que tem mais de 10 livros lançados e dos quais fazem muito sucesso entre os leitores, por ser uma escrita que flui muito bem e rápido, além de debater temas do dia a dia, dando mais enfase nas histórias. Como eu era antes de você, teve uma grande aceitação pelos leitores, mesmo tocando em um assunto difícil como a eutanásia, Will e  Lou agradaram tanto, que o livro ganhou uma adaptação para o cinema, que foi um grande sucesso de bilheteria. Ganhou um segundo livro que é Depois de você, que também ganhará uma adaptação para o cinema. E ontem foi divulgado a sequência do livro, intitulado Ainda sou eu.


Em 2017, Jussara e eu, lemos muitos livros, pois participamos de grupos de leituras e tentamos seguir alguns desafios que são criados para o ano. Da lista de mais vendidos de ficção 2017, apenas Como eu era antes de você e Depois de você da autora Jojo Moyes, já lemos, e debatemos muito sobre eles, pois o interessante da leitura é compartilhar com os outros nossa opinião e escutar a do outro sobre o que achou da leitura.
Já estamos criando a lista do desafio de 2018, e certeza que alguns dos livros dos mais vendidos de 2017, estarão na nossa lista. Eu pretendo ler Tartarugas até lá embaixo e It a coisa, são os primeiros da lista.

Beijos e até a próxima...

domingo, 26 de novembro de 2017

RESENHA LIVRO VIAJANTE - O GAROTO QUASE ATROPELADO


Título: O garoto quase atropelado
Autor: Vinicius Grossos
Editora: Faro Editorial
Ano: 2015
Páginas: 272

Sinopse: Uma história inesquecível sobre adolescentes que escolheram acreditar no que sentiam. Você vai se emocionar" - Bruna Vieira, autora do Depois dos quinze.

Um garoto sofreu com um acontecimento terrível.

Para não enlouquecer, ele começa a escrever um diário que o inspira a recomeçar, a fazer algo novo a cada dia.
O que não imaginou foi que agindo assim ele se abriria para conhecer pessoas muito diferentes: a cabelo de raposa, o James Dean não-tão-bonito e a menina de cabelo roxo, e que sua vida mudaria para sempre!
Prepare-se para se sentir quase atropelado de uma forma intensa, seja pelas fortes emoções do primeiro amor, pelas alegrias de uma nova amizade ou pelas descobertas que só acontecem nos momentos-limite de nossas vidas.
Estar vivo e viver são coisas absolutamente diferentes! (Skoob)


Resenha: Sabe aquele livro que vem cheio de recomendação de uma amiga muito querida? 
Este foi um destes quando minha amiga Leila comprou ela estava pensando em mim, segundo ela mesma disse.
Ela leu primeiro (eu não sou ciumenta) para depois me enviar o livro como um presente de aniversário. Entre a compra dela e o envio eu pude conhecer o autor na Bienal de Contagem. Ele é uma simpatia, super educado e atencioso, atá comprei o livro dele com outros autores (O verão que tudo mudou).

Mas eu realmente ainda não sabia o que esperar deste livro, mas eu terminei ele me sentindo como "Uma garota quase atropelada".
O Vinícios narra com muita delicadeza um intervalo de tempo de de 30 dias e tudo o que aconteceu com o "O garoto quase atropelado", que passaremos a chamar apenas de OGQA, através das anotações feitas em  seu diário.
O diário começou a ser escrito como uma forma de terapia sugerida pela psicologa que o acompanha após o OGQA ter sofrido uma grande trauma, que não posso revelar para não dar spoiler.
Curioso é que logo no inicio o autor já avisa que este personagem não terá um nome, mas você se sente tão próximo dele que é quase como se você fosse o personagem.

Durante os 30 dias narrados a vida do OGQA irá mudar drasticamente. Após realmente ser quase atropelado, ao sair para dar uma volta de bicicleta, ele irá conhecer os três personagens Lais (ou cabelo de raposa), Acácio (o James Dean não-tão-bonito) e Natália (a menina do cabelo roxo).

"Os três demonstravam viver uma vida de coragem, liberdade e felicidade, mas, no fundo, estavam tão perdidos quanto eu."

Os três criam uma elo de amizade que transforma a vida deles, mas será com Laís que a historia será mais intensa. Nosso OGQA se apaixona por ela.

"Mas eu não quero partir corações, Laís. Eu só quero um coração e que ele me queira também, e que cuidemos um do outro justamente para não nos partirmos."

Eu fiquei emocionada, triste, e muitas vezes chocada, o autor trata temas polêmicos e difíceis de lidar porém atuais e necessários para esta geração. 
Uma historia sobre relacionamento familiar, amigos, bullyng, preconceito, aceitação, amor. 
O autor é sensível mas não passa por cima tentando suavizar os dramas, muito pelo contrario nos temos tanta certeza de que os acontecimentos podem ser reais que talvez este seja o motivo do livro ter me impactado tanto.

Outra coisa muito legal é que durante o livro o personagem central lê três livros:
Admirável mundo novo - Aldou Huxley
On the Road - Pé na estrada - Jack Kerouac
O apanhador no campo de centeio - Jerome David Salinger

Outro ponto auto e a Playlist do livro, que também tem otimas musicas.

Ele foi um presente que ganhei no meu aniversário, e virou meu viajante para que eu possa compartilha-lo com meus amigos. 
Espero que eles tenham e vivam as mesmas emoções que eu senti ao ler.

Acompanhe a viagem deste livro por todo o Brasil e como cada viajante vai reagir a ele.

Beijos

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA

A data foi instituída no Brasil em 2003, e virou lei em 2011 é uma homenagem a Zumbi dos Palmares, que morreu em 20 de Novembro de 1695. Zumbi era um líder quilombola que lutava contra a escravidão no Brasil no período colonial. Lutou até a morte pela libertação do povo negro.

Um povo que luta até hoje para ser reconhecido como gente de respeito, que luta até hoje por cargos públicos e privados melhores, não pela sua cor, mas por competência e merecimento.

O preconceito no Brasil ainda é muito latente, vemos ainda hoje as cadeias lotadas em sua grande maioria por negros, o trato da polícia e do Poder Judiciário com o povo negro é diferente, nas abordagens policiais é comum ouvir o termo “você é preto e favelado”. Em pleno século 21 é inadmissível  termos atitudes desse tipo com conotação racista, de termos atitudes raciais por conta da cor da pele.

Somos humanos, todos iguais, como os mesmos potenciais, mesmos desejos, mesmos sonhos. Não deveríamos julgar uma pessoa pela cor de pele, mas sim pelo caráter, pela ética, pela competência com que desenvolve suas habilidades. O que nos torna humanos são os sentimentos e não a cor de pele.


E não me venham com esse papo de que não há preconceito de cor, pergunte aos negros de comunidades carentes como eles são tratados quando procuram empregos, procuram uma boa escola, como são tratados pela polícia na rua, os olhares de reprovação em espaços públicos, pergunte. A resposta será sempre a mesma, ao menos uma vez já passaram por uma situação de que se sentiram reprovados pela cor da pele.

Quantos relatos ouviram na televisão sobre injúrias raciais contra pessoas negras como Taís Araújo, Maria Júlia Coutinho, Cris Viana, Glória Maria....

Quantas reportagens com relatos de ofensas em supermercados, em clubes e parques por gente bem instruída como juízes, advogados, médicos, e pessoas comuns também. Agora recentemente uma mãe não queria que a filha tivesse aula em um colégio, pois a professora era negra. E um conceituado jornalista com declarações racistas.

Não há mais espaço para esse tipo de atitude nesses tempos, somos um povo miscigenado, com várias culturas entranhadas em nossa raiz, com variadas línguas e cores. Com influência de negros africanos, asiáticos, árabes, europeus e cada um contribuiu com alguma coisa para o crescimento dessa nação.


O povo negro contribuiu muito para o desenvolvimento do Brasil e da América, participando da construção, de guerras, inovações em alimentação, na música, nas artes.

Esta data deveria ser comemorada e de homenagear, de dizer obrigado. Mas a data continua sendo de luta, assim como Zumbi, o povo negro ainda enfrenta batalhas por um mundo mais igualitário, mais justo, mais humano.

Temos que acabar com esse tipo de racismo, de não tolerar mais atitudes que denigrem a raça negra. Temos que melhorar muito como seres humanos, aprimorar muito nosso amor ao próximo, amar e respeitar as condições humanas de cada um, respeitando as diferenças culturais e religiosas.

Viva o povo negro, obrigado pelo que vocês contribuem com nossa sociedade. Continuem fazendo a diferença. Sejam bem vindos sempre.

Livros:





“Na Minha Pele” Lazaro Ramos /2017



“O Sol é para Todos” Harper Lee/ 1960, em 1963 foi transformado em filme pelo diretor Robert Mulligan







“Tempo de Matar” John Grisham /1988, em 1996 foi transformado em filme pelo diretor Joel Schumacher







“O Mulato” Aluísio Azevedo /1881








Filmes:
Crash - No limite = Direção Paul Haggis de 2005

Amistad = Direção Steven Spielberg de 1997

Estelas Além do Tempo = Direção Theodore Melfi de 2017 

Leia um pouco mais sobre o tema no artigo:

Por que ninguém liga para o maior atentado terrorista desde o 11 de setembro?

Abraços, até a próxima...

terça-feira, 21 de novembro de 2017

CONSCIÊNCIA NEGRA - INDICAÇÃO DE LIVROS

Boa Tarde, Amores.
Fonte: Google Imagens
Hoje vim apresentar algumas leituras, onde temos personagens negros como protagonistas, em "comemoração" a consciência negra.
O tema foi sugerido pela amiga Jussara Ferreira, e decidi embarcar nessa, porque tenho muito orgulho de ser descendente de negros, embora minha pele tenha menos melanina, e seja considerada parda ou morena, mas tenho meu cabelo enrolado ou crespo como chamam, e tenho muito orgulho dele. 
Conforme  o site Terra o dia da Consciência Negra, é comemorada nacionalmente no dia 20 de novembro. Essa data é para lembrar o Negro Zumbi, que era líder do Quilombo dos Palmares, que foi assassinado por tropas Colonias em 1695, essa representação ganhou força a partir de 1978, quando surgiu o Movimento Unificado no Pais, que transformou a data em nacional. 
Fonte: Pintura retrata o herói nacional Zumbi dos Palmares. Terra, 2013.
Segundo Queiroz (2011), historiadora da Fundação Cultural Palmares, diz que "a data é uma forma encontrada pela população negra para homenagear o líder na época dos quilombos, fortalecendo assim os mitos e referências históricas da cultura e trajetória negra no Brasil."
Além de lembrar de Zumbi, líder e considerado herói nacional, também é a conscientização contra o RACISMO, e nesse dia é realizado diversas atividades.
Estamos em pleno século XXI, mas por incrível que pareça, ainda vemos muitos casos de racismo, onde o negro sofre preconceito por causa de sua cor.
E é algo que vemos também na literatura, são poucos os livros que tem na capa ou personagens principais que são negros, então para lembrar está data importante para nós brasileiros, que somos um mistura, apresento alguns livros que conheço e alguns lido que tem personagens negros em destaque, são eles:


Fonte: Skoob
Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito


Juntando os pedaços da autora Jennifer Niven, retrata Libby uma personagem gorda e negra que enfrenta a volta a escola, depois de ser apresentada ao mundo como a adolescente mais gorda do país, mas a mesma dar uma reviravolta ao mostrar seu empoderamento. 


Fonte: Skoob
Sinopse:"Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre."


Já no livro Tudo e todas as coisas da autora Nicola Yoon, temos uma personagem que no inicio se mostra frágil, mas que ao descobri o primeiro amor, acaba criando coragem para embarcar numa aventura e descobrindo algumas verdades escondidas dela. 


Fonte: Skoob
Sinopse: Valdar é um mundo vasto e antigo, um universo habitado por povos profundamente diferentes entre si, que, ao longo dos séculos, foi sendo delineado pela beleza de suas civilizações e pela terrível e ancestral violência de suas guerras. Nessa impetuosa mistura de destinos de Valdar, a vida do jovem soberano Manatasi parece transcorrer ao largo dos grandes eventos que forjam a história do lugar. Porém, tudo está a ponto de mudar. A conclusão da construção de Kemyss, a babélica cidade da esperança, faz com que o Príncipe inicie uma jornada rumo aos majestosos muros da cidade, e, assim, dará início a uma grande viagem de descoberta. Manatasi deixa para trás suas florestas junto a Sirasa, fiel xamã de espírito irrequieto, e passará por aventuras e batalhas durante seu caminho. O Rei Negro é, ao mesmo tempo, uma saga fantástica tradicional, impulsionada pela força magnética e irrefreável de seu protagonista – primeiro herói negro do universo fantástico –, bem como um desafio literário novo.

Esse livro ainda não li, mas realizei a pesquisa para esse post, e fiquei encantada com a sinopse, entrou para minha lista infinita. rsrs


Fonte: Skoob
Sinopse: Dois irmãos, ligados por algo maior que o laço de sangue, lutam para evitar um destino brutal. Trez "Latimer" não existe de fato. E não só porque essa identidade foi criada para que o Sombra pudesse viver no mundo humano. Trez fugiu de sua prisão no palácio dos Sombras há anos, e agora vive em Caldwell como cafetão, sempre tentando evitar seu fatal destino como escravo sexual da rainha. Ele nunca teve em quem confiar de verdade... a não ser no irmão, iAm.  O único objetivo de iAm sempre foi impedir que o irmão de autodestruísse, e ele sabe que fracassou nisso. Só depois que Selena, uma Escolhida, entra na vida de Trez, é que o macho começa a dar a volta por cima; porém, é tarde demais. Chegou a hora de cumprir a profecia de se compromissar com a filha da rainha, e Trez não poderá fugir ou se esconder, e não há como negociar. Encurralado entre o desejo de seu coração e um destino que nunca aceitou, Trez deve decidir se põe a si mesmo e aos outros em perigo, ou se esquece para sempre a fêmea amada. Após uma tragédia inimaginável, da beira do seu abismo emocional, Trez precisará encontrar um motivo para continuar ou se arriscará a perder tudo, inclusive a alma. Será que iAm, em nome do amor fraterno, aceitará realizar um derradeiro sacrifico em lugar do irmão?

Ahh essa série de livros, que eu amo muito, embora ainda falte ler esse livro, conheço bem os dois personagens desse livro, devido os livros anteriores, o qual o dois aparece e temos uma visão de como eles são, onde a união da família, vem em primeiro lugar.


Fonte: Skoob

Sinopse: Filho de um dos quatro deuses de Kurgala, Adapak vive com o pai em sua ilha sagrada, afastada e adorada pelas diferentes espécies do mundo. Lá, o jovem de pele absolutamente negra e olhos brancos cresceu com todo o conhecimento divino a seu dispor, mas consciente de que nunca poderia deixar sua morada.Ao completar dezenove anos, no entanto, isso muda.

Testemunhando a ilha ser invadida por um misterioso grupo de assassinos, Adapak se vê forçado a fugir pela vida e se expor aos olhos do mundo pela primeira vez, aplicando seus conhecimentos e uma exótica técnica de combate na busca pela identidade daqueles que desejam a morte dos Deuses de Kurgala.



Esse livro tem uma história interessante, embora seja um pouco confuso no inicio de entende-lo, mas é um mundo novo que foi criado pelo autor nacional Affonso Solano, e que vale a pena ler.


Fonte: Skoob
Sinopse: "Luíza é uma advogada bem-sucedida que busca crescer mais a cada dia, sem abandonar seu principal objetivo: ajudar pessoas.
Ela sabe o quanto precisou lutar para conquistar sua posição e valoriza muito sua vida profissional.André é um paisagista apaixonado pela natureza e pela vida.Apesar das mágoas causadas por um casamento fracassado, ele ainda acredita que o amor está por aí, esperando para germinar, como as sementes de suas flores.
Luíza se fechou para o amor.André tem o amor na ponta dos dedos.Quando seus caminhos se cruzam, cabe a Luíza escolher se deve se abrir e a André aceitar ou não a proposta que vai mudar a vida de ambos para sempre.Mas antes ele precisa decidir até que ponto iria para salvar sua família.'Em suas mãos' conta a história de um amor improvável e ao mesmo tempo destinado a acontecer."


Esse é um conto da autora nacional Bianca Briones, é pequeno então dar para ler em algumas horas, mas tem uma história linda, onde duas pessoas tenta abrir o coração para o amor. E o interessante dessa história, é que a Luíza, mesmo sendo negra, não mostrar esse lado de preconceito, mas sim sua luta por se tornar uma advogada cada dia melhor.

Então galera é isso, que tinha para mostrar para vocês hoje, espero que tenham gostado das dicas e que nesse dia da consciência negra, possamos ver que somos todos iguais. 
E ai vocês já leram ou conhece algum livro que tenha algum personagem negro, me indica aí.

Beijos e até mais!!!